domingo, 25 de março de 2012

Nascer velho e morrer criança

"[...] Com oitenta anos nasceria rico, sábio e aposentado! [...] Mas a vida, então, teria que ser recriada, o mundo teria que regredir séculos! Cabral e Colombo "desdescobririam" o Novo Mundo, o homem "desinventaria" a roda, atingiria o desconhecimento da pólvora e do fogo, até chegar a Adão, o último homem. O último-primeiro homem a quem Deus, colocando-o sobre a sua mão, em vez de lhe soprar a vida, o inspiraria novamente para dentro de Si".

Chico Anysio (1931-2012) e Ary Madureira Filho (Marcos César-? - 1987)

5 comentários:

Si, Fosse Algo seria o Nada disse...

A gente estaria retornando agora ao período mais amado de nossas vidas!!!
Seria perfeito! Grande Chico!
Uma semana bacana procê!Beijos!

ONG ALERTA disse...

Assisti o filme que conta esta história, na verdade náo muda nada...apenas troca o papael da vida...
Abraço Lisette.

Sérgio Luyz Rocha disse...

Lisette, tudo bom?
Não creio apenas que o papel da vida seja trocado,o próprio conceito de morte seria abolido.
De qualquer forma é como é e não tem jeito. Vivamos da melhor maneira possível.

Beijabraços...

Anônimo disse...

Boa noite, o texto não é do Chico Anísio e sim de um escritor de Sorocaba chamado Ary Madureira Filho.

Sérgio Luyz Rocha disse...

Anônimo, grato pela informação.O crédito já foi devidamente dado.

Twittando

    follow me on Twitter